-->

Cinema Nacional e o Radiohead

Há dois anos escrevi um artigo sobre o lançamento online do álbum In Rainbows do Radiohead. Achei o máximo a ideia de se colocar a produção de artistas ao alcance de todos, ao menos de todos com o acesso à internet e, quem quisesse e pudesse pagar, que pagasse. Quem não quisesse ou não pudesse, não ficaria privado de desfrutar da obra. O Radiohead encheu-se de grana.

A fórmula pareceu-me tão bacana que incomodei o que pude o pessoal da Casa de Cinema de Porto Alegre para que experimentassem a mesma coisa, colocando alguns de seus mais famosos e premiados curta-metragens disponíveis na web para que todos os que quisessem baixar, baixassem. Inclusive com a imagem do DVD bonitinha para a reprodução fiel do original. Bastante gente baixou, assistiu. Mas, ao contrário do álbum do Radiohead, ninguém pagou nada.

Era só um teste. Se desse muito certo, outros filmes seriam colocados para download também. Mas, custa um dinheirinho esta coisa de largura de banda para a Internet, a garantia da qualidade do filme, etc. Não é fácil gastar um montão de dinheiro e, simplesmente, disponibilizar gratuitamente o resultado. O interessante é que, falando em software, a coisa parece mais bem resolvida. Mas e quanto à produção artística, autoral? Será que existe alguma fórmula ou o Radiohead é só uma grata exceção?

Artigo originalmente publicado no Dicas-L



Design: Dobro Comunicação. Desenvolvimento: Brod Tecnologia. Powered by Drupal